Parcerias coordenadas pela Fmac garantem infraestrutura do evento

Por Márcio Cavalcante | Fotos: Estevão dos Anjos



Estratégias para viabilizar a infraestrutura da 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas foram pauta da reunião realizada na Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), nesta terça-feira (20), com a presença da Coordenadora Geral do evento e diretora da Editora da Universidade Federal de Alagoas (Edufal), Elvira Barretto; do diretor de Produção Cultural da Fmac, Keyler Simões; e do diretor de Políticas Culturais da Fmac, Marcos Sampaio.

Elvira Barreto falou da felicidade em realizar a 9ª edição da Bienal de Alagoas com a parceria da Prefeitura de Maceió e, em especial, da Fmac. “A Fundação vem sendo uma parceira muito importante e significativa no papel de mediação e articulação dos entendimentos para que os serviços de infraestrutura, particularmente, sejam assegurados para a realização desta 9ª edição da Bienal. Somos extremamente felizes de partilhar essa experiência de construção da maior festa da cultura e da literatura do nosso Estado”, comemorou.

Para Kleyler Simões é imprescindível abraçar a Bienal como maior evento de cultural alagoano, e destacou a importância do apoio da Prefeitura de Maceió ao novo formato da 9ª edição que, deixando a característica de evento fechado, vem com a proposta de banhar o bairro do Jaraguá com vivências em arte, cultura e muita leitura.

"Hoje, mais do que nunca, é importante ter ações efetivas nas áreas da educação e da cultura. Precisamos reforçar e apoiar todos os tipos de atos e eventos em prol da cultura e da educação, porque são elas que vão mudar o país de fato. Porque Alagoas é uma referência, no Brasil e no mundo, pelos nomes que nós temos como Jorge de Lima, Graciliano Ramos dentre tantos que nos põem como destaque no cenário das artes e da literatura”, destacou Simões.

A reunião também agregou representantes de diversas secretarias municipais, e para Keyler Simões é essencial que todas essas organizações de governo atuem de forma que garanta a estrutura necessária para realizar a 9ª Bienal. “A Prefeitura de Maceió tem esse perfil de investimentos em cultura. E todas as realizações culturais da nossa cidade são feitas não só pela Fmac, mas com a participação de todas as secretarias e organizações municipais, com a atuação de pessoas competentes que entendem a importância da cultura no desenvolvimento da nossa Capital”, concluiu.

Estiveram também presentes representantes do Gabinete de Governança da Prefeitura de Maceió, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, Secretaria Municipal de Economia, Superintendência Urbana de Desenvolvimento Sustentável, Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública, e Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social/Guarda Municipal.