Os melhores desenhos produzidos na oficina seriam selecionados e publicados pelo Studio Pau Brasil

Texto e foto: Pedro Ivon 


Os fãs de histórias em quadrinhos (HQs) puderam aproveitar, na tarde deste sábado, na sala 7 do Pavilhão das Oficinas, a oficina Criando narrativas através do Mangá, ministrada pela professora Janaína Araújo, da faculdade Uninassau e que é vinculada ao Studio Pau Brasil. A atividade teve como objetivo mostrar o passo a passo de como se constrói uma narrativa gráfica, uma história em quadrinhos, através da estética do Mangá.

“O mangá é um quadrinho que foi importado para cá, do Japão. E meio que o Brasil absorveu essa estética e a gente reproduz hoje uma espécie de mangá brasileiro”, explicou Janaína, que também informou que mostraria o método que Studio Pau Brasil desenvolveu para adaptar as histórias dos mangás para a temática brasileira.

A oficina se desenvolveu com uma série de explicações sobre a criação das histórias do mangá, desde o desenvolvimento do personagem até noções básicas de diagramação de uma página. A professora falou sobre a questão estética dos quadros e sobre o modo como a história normalmente se desenvolve nos mangás, apresentando diversos exemplos. Após toda a parte teórica, a professora distribuiu folhas para que os participantes pudessem partir para a prática.

O público teve a missão de criar uma HQ de quatro quadros que apresentasse um acontecimento vivido durante a Bienal. Os melhores desenhos seriam selecionados e publicados pelo Studio Pau Brasil.