Músicos receberam aplausos calorosos entre cada peça

Texto e fotos: Dayvson Oliveira



Dando seguimento a programação musical na Igreja Nossa Senhora Mãe do Povo, a Orquestra de Clarineta da Ufal, formada por alunos e professores dos cursos técnicos e de licenciatura da Universidade, se apresentaram na tarde desta quinta-feira (8). O repertório de estilo variado trouxe músicas com características e elementos da música popular. Depois de quase uma hora de espetáculo, não teve quem não saísse renovado.

A apresentação começou com 'Luiza' de Tom Jobim, com arranjo do maestro Spok. Logo após, os espectadores apreciaram 'Concertino', de Carl Maria Von Weber, com adaptação de Julião Barbosa. Ainda teve o primeiro movimento da sinfonia pastoral, de Beethoven. Quase que o público dançou sentado com o dobrado 'Dionízio Gilberto', do compositor pernambucano Durvalino Franco, arranjo de Crisóstomo santos. Pra fechar, Suite Pernambucana de Bolso, do maestro Duda.

Carlos Gustavo, de 18 anos, é clarinetista há 6 meses. "Quando eu pensava em entrar na escola técnica eu queria melhorar como músico e percebi que vai mais além, da pra melhorar como pessoa", falou todo orgulhoso. Ele diz está conseguindo aproveitar cada oportunidade e que, não só os instrutores, mas todos os músicos têm ajudado bastante. Os professores Kleber Dessoles e Flávio ferreira foram os que acompanharam o grupo na performance de hoje.



Uma multidão de aprendizes do CIEE, que estava na praça da igreja, não resistiu à melodia e foi conferir o show de perto. Eduardo Omancio, de 18 anos era um dos azulzinhos: "a música classica não é tão contemplada, então é importante trazer os jovens pra aprender mais sobre essa cultura", comentou. Albert Paz, estudante de música, reforçou o pedido de valorização: "é um tipo de música que não é acessível aqui no estado, sempre que tem esse tipo de manifestação é interessante que as pessoas prestigiem", sugeriu.

O professor Flávio aproveitou para convidar as pessoas para assistirem os ensaios, que são abertos ao público: "quem tiver interesse pode entrar em contato conosco. Esse semestre nossos ensaios são todas as quartas, no espaço cultural da Ufal", convocou. A próxima apresentação pública da orquestra é na Semana de Música da Ufal, que acontece de 25 à 29 de novembro.