A ideia foi criar um empreendimento que pudesse solucionar problemas da educação brasileira

Kerolaine Costa (texto e fotos)



O Sebrae realizou o seminário de negócio de impacto social para a educação durante a tarde desta segunda-feira (4). O intuito foi aproximar o público de exemplos de negócios de impacto, para que a partir das oficinas, possam pensar de maneira sustentável e criarem empresas engajadas, que além do lucro, respondam por uma causa social, nesse caso, voltadas para a educação.

O seminário aconteceu em dois momentos. Primeiro foram realizadas palestras sobre o assunto e depois, foram ministradas oficinas em grupos. Neles, os participantes puderam interagir e juntos estruturarem as ideias. De acordo com a coordenação do evento, esse método possibilitou que os participantes pudessem perceber que todos podem ter ideias relevantes para mudar o a atual forma de negócio no país.


“Um dos objetivos é fazer com que eles possam pensar sobre a questão da educação no Brasil e sobre as problemáticas que existem. De repente as soluções que saem daqui podem ser implementadas, pois se eles pensarem na questão das fragilidades, com boas ideias elas podem ser solucionadas”, contou a publicitária e ministrante do seminário, Ludmila Valença.

No fim, os grupos que se destacaram receberam premiações. Vale destacar que queles que tiverem interesse em levar as ideias apresentadas para abrir um negócio de impacto, o espaço do Sebrae, localizado ao lado da Associação Comercial, está prestando auxílio.